Oh mãe, estão aqui uns bruxos!

Oh mãe, estão aqui uns bruxos!

Sempre gostei do invisível. Aquele invisível que inclui o que não se pode explicar ou entender com simplicidade. A fé, a energia, a astrologia, o amor… E talvez por isso sempre me tenha apaixonado pelas coincidências, aquelas que as pessoas mais bem dispostas e inspiradas chamam sintonia. Pela minha vida já experimentei muitas coisas, mas há uma qualquer magia naqueles momentos incríveis em que sentes que tudo se conjuga de forma extraordinária. Esta é uma dessas histórias. Continuar a ler “Oh mãe, estão aqui uns bruxos!”