Portugal, amo-te!

Portugal amo-te! Portugal és tão bonito. Adoro ser português

Já vivi em três continentes. Já viajei para quatro. Já estive em mais de trinta países. E por muito que viaje, por muito que conheça, só me apetece dizer: Portugal, amo-te!

Tristeza

Há uma certa dose de tristeza em se ser português. Uma tristeza que é histórica, que aparece no fado, na palavra saudade, na nostalgia e na memória daquilo que fomos e não voltámos a ser. Mas essa tristeza é bonita e fantástica. Permite a arte, e a escrita, e a pintura, e a capacidade incrível de se ser empático. Continuar a ler “Portugal, amo-te!”