O Moinho do Maneio não é um sítio qualquer

A bolha

O Moinho do Maneio não é um sítio qualquer. Não é apenas uma casa de turismo rural, ou um sítio para passar um par de dias. O Moinho do Maneio é muito, muito mais.

O Moinho do Maneio é o esconderijo perfeito. Um esconderijo que nos permite escapar das redes sociais, dos ecrãs e de todas as coisas não importantes. Mas ainda é mais. Porque é aquele tipo de esconderijo para onde todos querem escapar. De onde se pode ouvir a água a correr, ver as estrelas no céu, sentir o cheiro do verde e ficar em paz. Onde se pode ler sem ser incomodado ou apenas estar sem mais. É aquele tipo de esconderijo de onde não queremos voltar.

Rede Mágica
A rede na ribeira do Moinho de Maneio

O Moinho do Maneio são os anfitriões. Para mim muito pessoalmente a Anabela e o Rui são família. Família minha e família beirã. Mas não sou o único sortudo a poder dizer isso. Qualquer pessoa que com eles passe mais de algumas horas, e que tenha o coração aberto, vai sentir o mesmo. Recebem-nos com a serenidade, a alegria e a doçura de quem nos conhece e se preocupa. E isso não tem preço.

O Moinho do Maneio são as actividades. Há para todos gostos. Caminhadas. Mergulhos no rio ou na piscina. Passeios por Penamacor. Ou apenas sestas prolongadas e meditações num qualquer lugar. E é a comida e a bebida. A fruta (as framboesas, as framboesas), os queijos, os enchidos, os sumos, o vinho. São a natureza, os animais, os burros!!!

Já nasceu o novo morador do Moinho do Maneio
Já nasceu o novo morador do Moinho do Maneio

O Moinho do Maneio e eu temos uma relação antiga. De quando ainda não era, mas já queria ser. E por isso o amor é antigo. Mas independentemente de tudo o Moinho do Maneio recomenda-se. A todos e a cada um. Para quem procura e para quem quer encontrar.